Header Academy

A primavera está a chegar! 8 aspetos importantes para que o seu gato possa apreciá-la

A chegada da primavera supõe um alongamento das horas de luz, uma mudança nos ciclos de vida da natureza e afeta todos os seres vivos; na realidade, é como um renascimento global e uma mudança notável no ambiente, o que, naturalmente, também afeta os gatos domésticos. O que temos de ter em conta é que isso não afeta os gatos que vivem dentro de casa da mesma maneira que os gatos que saem à rua, nem os gatos de diferentes idades ou de diferentes sexos ou estados hormonais.

A chegada da primavera traz consigo uma série de riscos que devemos ter em conta para evitar alguns acidentes, ou para melhorar a qualidade de vida de alguns gatos que podem ter problemas de saúde:

• Alergias: como nós, os gatos podem sofrer alergias e alguns deles pioram na primavera. Para evitar que os nossos animais tenham surtos alérgicos ou de asma, se já sabemos que eles sofrem com isso, o ideal é ir ao veterinário para um exame completo e nos dar algumas orientações para a gestão dos seus problemas de saúde e medicação preventiva ou de controle de sintomas.

• Mudanças no fotoperíodo: à medida que os dias se tornam mais longos, os gatos, que são poliméricos sazonais, começam a entrar em calor quando não estão esterilizados. Assim, atraem machos que também não o estão, o que acaba por causar fugas, risco de abusos, brigas e uma infinidade de gravidezes indesejadas e descontroladas com um grande número de ninhadas de gatinhos que dificilmente encontrarão um lar. Então, especialmente neste momento, devemos ser responsáveis e esterilizar os nossos gatos domésticos para evitar todos esses possíveis efeitos.

• A temperatura ambiente aumenta. Como tal, se tivermos gatos mais velhos ou com doenças crónicas, estes podem sofrer os seus efeitos e desestabilizar-se. Por isso, temos de estar atentos, fornecer locais frescos, muita água e ir ao veterinário verificar quaisquer questões ou sintomas.

• Para os gatos que vivem em apartamentos, deve-se ter especial cuidado ao abrir janelas: neste momento, há mais pássaros a voar fora e podem ocorrer quedas de grandes alturas que podem ser muito graves. Se quisermos abrir as janelas em casa, é melhor protegê-las com malhas especiais para evitar que os gatos caiam e tenham acidentes.

• Plantas e flores: se o nosso gato tiver acesso ao jardim, devemos ter um cuidado especial e estar atentos às plantas que plantamos e cultivamos nele, pois algumas podem ser tóxicas.

• Se os gatos tiverem acesso ao exterior, deve recordar que, nos jardins e parques, se aplicam tratamentos herbicidas e inseticidas, . É também neste o momento que a lagarta do pinheiro está presente nas áreas de pinheiros; então se o gato apresenta algum tipo de sintoma alarmante é necessário ir com urgência ao veterinário.

• A mesma coisa pode acontecer se esses gatos caçarem pequenos roedores que tenham sido previamente tratados com rodenticidas, já que, ao ingeri-los, eles também podem ser envenenados.

• Insetos como vespas e abelhas são abundantes nesta estação e, dependendo da área, podem encontrar-se alguns répteis cujas picadas são venenosas. Por isso, devemos estar igualmente alerta caso o nosso gato sofra uma picada e tenhamos que ir ao veterinário com urgência para ser tratado.

 O que acharam?

Mais Sanicat Academy

Parásitos: tipos, tratamento e prevenção

Parásitos: tipos, tratamento e prevenção

Go to Parásitos: tipos, tratamento e prevenção
A importância da revisão veterinária em gatos idosos

A importância da revisão veterinária em gatos idosos

Go to A importância da revisão veterinária em gatos idosos
INFOGRAFIA: SINTOMAS DAS ALERGIAS EM GATOS

INFOGRAFIA: SINTOMAS DAS ALERGIAS EM GATOS

Go to INFOGRAFIA: SINTOMAS DAS ALERGIAS EM GATOS